A lipoabdominoplastia foi desenvolvida em meados de 2000 pelo Dr. Osvaldo Saldanha, a qual já levou o autor da técnica aos quatro cantos do planeta em virtude da evolução estética e segura da abdominoplastia convencional combinada com a lipoaspiração de todo abdômen, o que antes da técnica não era recomendável de se devido a altas taxas de complicações.

Com o conceito da Lipoabdominoplastia, a abdominoplastia convencional é associada a lipoaspiração e assim conseguindo atingir resultados desejados e um melhor contorno corporal.

Almejando a segurança do paciente, as taxas de complicações em 16 anos de estudos e trabalhos foram diminuídas drasticamente como por exemplo a complicação mais comum que é o seroma foi de 60% para aproximadamente 0,5%.

 

Anestesia

Geral.

 

Lipoaspiração

Lipoaspiração de todo abdômen.

 

Técnica

  • Cirurgia dura em torno de 3 horas.
  • Incisão de abdominoplastia com preservação da fáscia de scarpa.
  • Realização do túnel onde será feita a plicatura dos músculos retos abdominais.
  • Aproximação dos retalhos.
  • Retirada do excesso de pele.
  • Neoonfaloplastia.
 

Resultados

  • Grande satisfação da paciente pelo resultado do abdômen.
  • Formato gracioso e imperceptível da cicatriz umbilical pela técnica que usamos.
  • Diminuição da cicatriz de abdominoplastia convencional.
  • Resultados atingidos tanto de abdominoplastia quanto de lipoaspiração.
 

Pós-operatório

  • Durantes os primeiros 15 dias após a cirurgia, deve-se evitar carregar pesos e tomar o devido cuidado para andar levemente curvado, para facilitar o fluxo sanguíneo.
  • Não se deve dirigir no período de, pelo menos, 20 dias, ou antes, da liberação médica.
  • O uso de malha pós-cirurgia para compressão é obrigatório por, no mínimo, 60 dias, ou pelo período estipulado pelo médico.
  • É possível retornar ao trabalho em aproximadamente três semanas, porém, pode levar de seis a oito semanas para retomar a rotina.